Não tenho, assim como nunca tive bem ao certo, uma descrição definitiva para este blog. Criação mutante, ao sabor das ondas, dos ventos e do que der na telha, este blog é o filho pródigo, menos por suas próprias atitudes e mais pelas minhas. Vai e volta, nunca desaparece. E sempre muda um pouco. Sempre dando chance às minhas viagens e delírios, seja lá qual for a órbita. Resumidamente, em termos gerais e de forma concisa, acho que é isso aí. Leia, participe e seja feliz.